Raiz

.
raíz
de força maior

tentáculos profundos
no longo e escarposo trilho dos humilhados

sequioso
na inesgotável fonte desse aprender

eis-me
para construir(mos) um amanhã
em que

o trilho
seja
amplo

o
horizonte
vermelho

————————————–
Filipe Chinita – 11/1976 Moscovo

———————————————————————-
Também aqui

———————————————————————-

Outras obras:

Gente povo todo o dia

Cantata pranto e louvor com Manuel Gusmão

 

Anúncios

3 comentários a “Raiz

  1. olá filipe chinita
    um blog com as nossas palavras.
    tanto caminho andado
    tanta luta e trabalho tanta esperança e lealdade.
    e principalmente tanta dadiva e entrega nos teus poemas, nos teus (abraços)poéticos e fraternos.
    fazes nos falta!
    VIVA o BLOG DE POESIA!!!
    isto ajuda. isto (SÀRA MAGO)
    [abraço)ester cid

  2. A poesia é um crepúsculo que nem sempre tem o mesmo tempo de assombro, prolonga-se por um caminho infindável e um dia sabemos o que ali existia. Raíz.
    Que raíz: a base de algo, o elemento estruturante que forma as palavras, a parte oculta de alguma coisa, ou o vínculo emocional. Veja-se o quanto se poderia transformar em extensão poética a leitura da poesia. FDC
    10-07-2010

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s